[Março] Por dentro do mercado contábil

F-E-V-E-R-E-I-R-O, que mês agitado!

Teve Carnaval, teve alta do dólar, teve Ibovespa fechando a semana com queda de mais de 8%, teve teve avanço do coronavírus…

E sabe o que vem por aí? Isso mesmo: Imposto de Renda! 

Bem… com tanta coisa acontecendo e a maior festa do Brasil no meio disso tudo, ficou difícil acompanhar de perto as implicações dos últimos acontecimentos, certo? 

Por isso, nada melhor do que tirar uns 5 minutinhos dessa segunda pós-carnaval para se atualizar com a nossa news

Aproveita para enviar este link para o grupo de WhatsApp ou Telegram do escritório pra ninguém ficar sem entender aquele papo da mesa de almoço 😉 

AS ÚLTIMAS DO CENÁRIO CONTÁBIL

Declaração do Imposto de Renda já pode ser enviada

Os meses de março e abril são sempre bem acelerados para quem trabalha com contabilidade.

Além das demandas habituais, é hora de acertar as contas com o Leão! 

Todo mundo sabe que o prazo final para a entrega das declarações é 30 de Abril, mas o ideal é que você elimine essa pendência da lista de tarefas o quanto antes.

Para isso, é preciso ter um plano de ação claro, com datas e responsáveis finais, além de contar com o engajamento da equipe. 

Que tal oferecer uma recompensa se alguma meta atrelada à entrega do Imposto de Renda for cumprida? Essa pode ser uma excelente maneira de fazer com que o processo seja mais eficiente e com uma motivação a mais do que nos outros anos. 

Segundo a Receita, são esperadas 32 milhões de declarações neste ano.

Entre as maiores novidades, estão: 

  • o pagamento da restituição, que será feito em cinco lotes, ao invés de sete, o que significa que os contribuintes receberão antecipadamente;
  • os contribuintes que receberam mais de R$200 mil no ano-base deverão, obrigatoriamente, informar o número do recibo da declaração do ano anterior. 
  • o fim da dedução das contribuições pagas ao INSS de empregados domésticos. A dedução de até R$ 1.251,07 dos gastos dos empregadores com a Previdência e a cota de acidente de trabalho perdeu a validade para a declaração de 2020.

Mais de 43.000 contribuintes têm inscrição estadual cassada 

A omissão na entrega das Guias de Informação e Apuração do ICMS (GIAs) relativas a maio, junho e julho de 2019 causou a cassação da inscrição estadual de 43.550 contribuintes paulistas do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços  (ICMS) por inatividade presumida.

As notificações foram publicadas no Diário Oficial do Estado e a relação dos contribuintes cassados pode ser consultada na página do Cadesp.

Sempre bom conferir se nenhum dos clientes da sua carteira faz parte dessa lista! E esse é mais um lembrete da importância da entrega das obrigações dentro do prazo correto. 

Feirão Limpa Nome

Sabe aquele seu cliente ou até mesmo amigo ou parente que está sempre enrolado e com dívidas?

Pois tem oportunidade para ajudar consumidores com contas atrasadas que querem regularizar a sua situação.

O Feirão Limpa Nome do Serasa promete oferecer até 98% de desconto para quem está com contas atrasadas e quer quitar as dívidas.

A iniciativa vai até o dia 31 de março e conta com a participação de mais de 30 empresas, entre companhias telefônicas, bancos e lojas.

Por uma plataforma, as pessoas podem visualizar a proposta das empresas para quitarem as dívidas e chegarem em um acordo.

Novas alíquotas da Previdência entram em vigor em 1º de março

As alíquotas progressivas inseridas pela Nova Previdência entram em vigor em março.

No Regime Geral de Previdência Social (RGPS), as novas alíquotas valerão para contribuintes empregados, inclusive para empregados domésticos, e para trabalhadores avulsos. 

Não haverá mudança para os trabalhadores autônomos (contribuintes individuais), inclusive, prestadores de serviços a empresas e para os segurados facultativos.

Confira a tabela de valores de incidência da contribuição:

Fonte: Congresso em Foco

Mais da metade das solicitações para 2020 deferidas pelo Simples Nacional

Segundo a Receita Federal, ao final do processamento das solicitações de opção pelo Simples Nacional, tivemos os seguintes números:

  • 674.468 pedidos recebidos;
  • 379.880 (56%) foram deferidos;
  • 54.353 (8%)  foram cancelados 
  • 240.235 (36%) indeferidos.

O termo de indeferimento relativo a pendências na Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) ou na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional pode ser acessado por meio do Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN) ou pode ser consultado na funcionalidade de acompanhamento

A contestação ao indeferimento da opção deverá ser protocolada diretamente na administração tributária (RFB, Estado, Distrito Federal ou Município) que apontou as irregularidades que vedaram o ingresso ao regime.

Já deu uma olhada na situação dos seus clientes? 

AS ÚLTIMAS DO MERCADO

Ibovespa encerra Fevereiro em queda

A chegada do coronavírus em outros países além da China, inclusive ao Brasil, espalhou uma onda de aversão ao risco nos mercados, em meio aos temores de que a doença possa paralisar a economia mundial, mesmo que temporariamente.

Na bolsa brasileira, os papéis que mais sofreram à crise do coronavírus foram as aéreas. Gol PN caiu 24,31% e Azul PN teve queda de 20,14%. 

Para quem investe em renda variável, só resta esperar o desenrolar dessa história durante as próximas semanas, acompanhando os movimentos do mercado de perto e sem tomar nenhuma decisão por impulso. 

Banco Central injeta R$ 135 bilhões na economia

Por meio de duas medidas, o Banco Central (BC) reduziu em R$ 135 bilhões os recursos que os bancos são obrigados a deixar depositados no BC, chamados de depósitos compulsórios.

A alíquota do recolhimento compulsório sobre depósitos a prazo (quando o dinheiro fica parado no banco, rendendo por determinado período) caiu de 31% para 25%. Em termos de estoque, a redução da alíquota representa uma liberação de R$ 49 bilhões, com efeito a partir de 16 de março.

A outra medida foi o aumento da parcela dos recolhimentos compulsórios considerados no LCR (Indicador de Liquidez de Curto Prazo). 

isso significa uma redução estimada em outros R$ 86 bilhões na necessidade de as instituições carregarem outros ativos líquidos de alta qualidade (High Quality Liquid Assets – HQLA) necessários para o cumprimento do LCR. 

Pedidos de falência caem 29,6% 

Os pedidos de falência no Brasil caíram 29,6% em janeiro em relação a dezembro e cederam 2,7% no acumulado de 12 meses. 

O recuo nos pedidos de falência e recuperação judicial nos últimos meses, mostra a melhora das condições econômicas desde 2017, permitindo às empresas apresentarem sinais mais sólidos nos indicadores de solvência.

Conforme relatório, a dinâmica deve permanecer favorável para o setor empresarial. Que tal aproveitar a boa maré para buscar novos negócios? 

Gostou da nossa news? Não deixe de compartilhar a sua opinião sobre os últimos acontecimentos com a gente! É só deixar um comentário 🙂

E se quiser conhecer melhor a G-Click, plataforma web de gestão de tarefas, é só agendar uma demonstração com a nossa equipe! 

Gostou do artigo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário!