O que fazer para aumentar a retenção de talentos no escritório contábil

A retenção de talentos no escritório contábil é essencial para conseguir crescer com mais rapidez e sustentabilidade.

Afinal, em um cenário em que colaboradores se desligam a todo momento, é sempre preciso redirecionar esforços para fazer contratações e para treinar os novos funcionários.

Entre os principais impactos negativos da alta rotatividade em um escritório, destacamos:

  • Maiores custos, com demissões e a admissões;
  • Sobrecarga de funcionários que precisam “cobrir” os buracos deixados por quem saiu pelo menos por um tempo;
  • Gestores precisando direcionar energia e esforço para processos de seleção;
  • Possíveis problemas de imagem diante de clientes e do mercado contábil;
  • Dificuldades com gestão da informação, caso o escritório não tenha processos mapeados e não utilize nenhum software de controle.

Conclusão: o desligamento de um colaborador é sempre um custo. 

Além do impacto financeiro, que vem junto com as verbas rescisórias, horas e férias a pagar, também é preciso lembrar que cada contratado precisa de um tempo para se desenvolver dentro da organização antes de alcançar uma boa produtividade.

Isso significa que quando o profissional deixa a empresa muito cedo, esse investimento é perdido.

E se isso se repete por várias vezes, acaba virando uma bola de neve.

Como você acabou de ver, a alta rotatividade é sinônimo de muitos prejuízos. Mas por que será que ela acontece? E como pode ser minimizada?

É sobre isso que vamos falar neste artigo 🙂  

Como calcular a rotatividade do escritório?

Se você quer entender qual o real cenário do escritório quando o assunto é retenção de colaboradores, é preciso olhar para os números. 

O índice de rotatividade é muito utilizado pelos departamentos de RH para avaliações deste tipo. Ele deixa claro a  relação entre o número de contratações e de rescisões em um determinado período.

Para ser melhor interpretado, deve ser acompanhado de uma análise qualitativa, que leve em conta o cenário vivenciado e se houveram questões externas que tiveram um alto impacto nas taxas de retenção do escritório, por exemplo. 

O cálculo do índice de rotatividade é bem simples.

Você só precisa seguir essa fórmula:

Estimativas mais conservadoras, consideram o índice de 1% ao mês aceitável, mas cada escritório deve estabelecer qual é o seu número ideal, baseando-se em seu histórico e projeções.  

Mais importante do que ter uma meta quando o quesito é rotatividade de colaboradores, é conseguir avaliar o que está por trás deste número.

Altos índices de rotatividade acontecendo de maneira recorrente, por exemplo, significam que mais colaboradores estão querendo sair do escritório do que permanecer trabalhando neste ambiente.

Esse é um sinal de alerta que merece toda atenção por parte dos gestores, concorda?

Soluções rápidas e práticas para aumentar a retenção

Sabemos que nem sempre é fácil implementar boas práticas de RH dentro do escritório contábil. 

Muitas vezes não existe um departamento ou uma pessoa focada só nisso e quase tudo que tem a ver com manter a motivação dos colaboradores acaba ficando em segundo plano. 

Tendo em vista esse contexto, separamos 3 soluções práticas que qualquer gestor pode começar a usar no seu dia a dia com foco em aumentar a retenção de talentos.

#1 Revisar os processos de recrutamento e seleção 

Para ter um alto índice de retenção, garantir o alinhamento dos colaboradores desde o recrutamento é essencial. 

Se você não tem processos claros e objetivos de seleção e acaba contratando “quem aparecer” ou o “menos pior”. E aí, o trabalho lá na frente pode ser redobrado. 

Isso porque você vai ter que arcar com custos de uma provável demissão ou pedido de saída, além de ter que começar todo o processo de seleção novamente.

Por isso, ao abrir qualquer vaga, defina exatamente qual é o perfil necessário.

Saiba por quais competências comportamentais e técnicas está procurando ao conversar com os candidatos.

Também deixe claro como é a cultura do escritório, para verificar se existe alinhamento e identificação.

De nada adianta encontrar uma pessoa que tenha todo o conhecimento para o cargo, por exemplo, se ela é super formal e engessada, enquanto o escritório tem uma pegada jovem e cara de startup.

As chances dela não se adaptar são grandes…

Você quer correr esse risco? 

Se achar que vale à pena, tudo bem, mas essa escolha tem que ser consciente. 

#2 Criar um plano de carreira e de desenvolvimento para cada colaborador

Para que um colaborador se mantenha altamente motivado, ele precisa sentir que é importante e valioso para o lugar.

Quais ações você tem feito para que os seus funcionários se sintam assim?

Ter um modelo de plano de carreira e de desenvolvimento é uma das ações que podem ser implementadas com foco no aumento da retenção de talentos.

Ao criar um plano de carreira junto ao seu liderado, o gestor mostra quais caminhos podem ser percorridos, deixando claro quais são os “próximos passos” do colaborador dentro do escritório. 

Paralelamente, um plano de desenvolvimento pode ser traçado para que os os objetivos sejam alcançados.

Além de aumentar o engajamento e a motivação dos colaboradores, práticas assim também são muito benéficas para o escritório, pois fazem com que a equipe seja cada vez mais produtiva e capacitada.  

#3 Ter uma cultura de feedback

Seres humanos são criaturas que precisam de feedback constante para manter a motivação em alta. 

Por isso, faça com que este hábito seja parte da cultura do escritório.

O feedback pode ser dado de maneira formal, durante avaliações de desempenho periódicas, e também no dia a dia, entre uma tarefa e outra. 

É importante que tudo o que for falado seja sustentado por exemplos para que fique mais fácil perceber quais são os comportamentos que devem ser mantidos/ reforçados e aqueles que devem ser modificados.   

Além disso, é preciso que o escritório enxergue que feedbacks negativos são oportunidades valiosas de desenvolvimento e melhoria.

Lembre-se que essa postura deve começar pelos gestores. 

Agora que você já sabe como aumentar a retenção de talentos no seu escritório, é hora de implementar essas ações na prática e colher os bons resultados. 

E se você precisar de uma ajudinha para aumentar a organização interna, é só agendar um bate papo com nossa equipe, que irá te mostrar como a G-Click pode ser útil nesse processo!

Afinal, nada melhor do que um gestor web de tarefas para organizar a rotina dos colaboradores e deixá-los mais tranquilos e motivados! 

Gostou do artigo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on linkedin
Compartilhe no Linkedin

Deixe um comentário!