Qualquer pessoa busca por uma ocupação profissional ao longo da sua vida. As razões para isso podem variar entre fazer algo que gosta ou mesmo garantir uma renda para si. E nesse aspecto existe uma divisão entre dois grandes grupos: empregados e empreendedores.

Empregado x empreendedor

Se você é daqueles que simplesmente busca uma renda ao final do mês, possivelmente é um empregado. Isso significa trabalhar para alguma empresa, ter um salário fixo e cumprir horários, com uma rotina estabelecida.

Existem algumas vantagens de trabalhar dessa forma, mas não são todos que se adaptam bem à função. Isso porque existem algumas exigências que nem sempre se adequam à rotina de cada um. E nesse caso muitas vezes o empregado passa a vislumbrar a função de empreendedor.

Os empreendedores são donos dos seus respectivos negócios, ou seja, trabalham para si. Existem alguns desafios adicionais nesse modo de atuar, afinal não há um salário fixo.

O que pode ser um problema para alguns é uma grande vantagem para outros, afinal todo o seu trabalho será convertido em rendimento para você mesmo – e não para terceiros.

Você é um empreendedor contábil?

Engana-se quem pensa que só é empreendedor quem tem um negócio físico como uma padaria ou uma loja de roupas. Existem diversas formas de ser empreendedor. Uma delas é atuar como empreendedor contábil.

Esse profissional é o contador, ou seja, aquele que é formado em ciências contábeis. Se este for o seu caso, você certamente se encaixa em um dos dois grupos citados anteriormente. Ou trabalha para uma empresa nas suas demonstrações contábeis ou atua de maneira independente em um escritório de contabilidade.

Se o seu caso é o segundo, saiba que você é um empreendedor contábil. A próxima pergunta é saber se você está devidamente preparado para o exercício da função.

 

Os desafios do empreendedor contábil

O empreendedor contábil precisa lidar com uma série de situações que exigem atenção e preparação adequadas para um bom rendimento. São diversas as características que vão além de saber o que fazer com os números: organização, senso de urgência e capacidade de lidar com pessoas, por exemplo.

Apesar de ser algo extremamente importante, poucos contadores realmente se preocupam com a organização do seu negócio. O resultado é que eles acabam por perder prazos e clientes, algo que definitivamente não é bom.

A gestão de pessoas e de tarefas também deve estar na lista de prioridades. É com essas habilidades que será possível gerir sua equipe (quando não trabalhar sozinho) e, claro, ter um bom relacionamento diante dos seus clientes.

Por isso é essencial que você como empreendedor contábil saiba lidar com os processos e desafios. E uma das melhores maneiras de conseguir esse equilíbrio é buscar um software para escritório de contabilidade online.

Essa ferramenta é ideal para quem precisa de ajuda na hora de se organizar, apresentando funções específicas para a rotina de um empreendedor contábil.

Para potencializar os resultados, vale a pena cogitar ter um e garantir a sua evolução como profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.